domingo, 1 de janeiro de 2017

SIMULADO PARA OS CONCURSOS DE SERVIÇO SOCIAL


SIMULADO PARA OS CONCURSOS DE SERVIÇO SOCIAL




Tema 1: História do Serviço Social

Consulplan-2011-DMAE-Assistente Social
1-A partir do processo de constituição das principais matrizes do conhecimento e da ação do Serviço Social brasileiro, assinale a alternativa correta.

A) A profissão incorporou ideias e conteúdos doutrinários do pensamento social da Igreja Católica, em seu processo de institucionalização no Brasil.
B) Posicionamentos, lógicas e estratégias homogêneas permearam a ação profissional em sua trajetória histórica.
C) O Serviço Social nunca possuiu caráter de apostolado fundado em uma abordagem da questão social como problema moral e religioso.
D) O ideário franco-belga foi rejeitado pela profissão em todos os momentos de sua trajetória.
E) Foi na relação com o movimento humanista que o Serviço Social fundamentou seus primeiros objetivos político sociais.

Consulplan-2011-DMAE-Assistente Social
2-Considerando o Serviço Social brasileiro nos anos 1980 e suas tendências históricas e teórico-metodológicas, assinale a alternativa correta.

A) É, sobretudo com Iamamoto, no início dos anos 1980, que a profissão inicia sua efetiva interlocução com a Teoria Social de Marx.
B) Na década de 1980, o pluralismo ainda não se constituía objeto de polêmicas e reflexões no Serviço Social, fato que somente ocorreu a partir da década seguinte com a expansão dos cursos de pós-graduação.
C) Nesta década, as tendências teórico-metodológicas e posições ideopolíticas se harmonizaram.
D) Não existiam demandas de cursos de pós-graduação ao Serviço Social brasileiro na década em questão.
E) Ocorreu um processo regressivo no que se refere ao quadro organizativo da profissão, materializado no enfraquecimento do conjunto CFESS/CRESS nos anos de 1980.

Funrio-UFRB-2015-Assistente Social

3-O Serviço Social foi implantado no Brasil em 1936 através do Centro de Estudos e Ação Social (CEAS). Seu surgimento não se baseou, inicialmente, em medidas coercitivas emanadas do Estado, mas essencialmente da iniciativa de grupos e frações de classe, que se manifestaram por intermédio da Igreja Católica. A profissão, dentro deste contexto histórico, é marcada pela ausência de legitimidade junto à “clientela” atendida e a atuação profissional se caracterizava como imposição. A atuação profissional, se limitava a uma leitura individual de sociedade. Dentro dente conceito, podemos afirmar que a profissão se baseava na/no

A) concepção profissional autônoma em relação à sociedade.
B) solução de situações-problema, de casos individuais.
C) compromisso profissional junto a classe trabalhadora.
D) concepção tecnicista que superava a questão histórica.
E) liberdade como valor ético presente na profissão.





Tema 2- Leio Orgânica de Assistência Social-LOAS


Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
4-Sobre a lei orgânica de assistência social (LOAS) lei 8742, atualizada pela lei 12435/2011, é correto afirmar no que tange a gestão da assistência social o seguinte:

A) sua coordenação se dá por meio do Ministério de Bem Estar Social.
B) sua gestão se dá por meio da vigilância sócio-assistencial de caráter consultivo.
C) sua gestão é descentralizada e participativa, denominada Sistema Único de Assistência Social (SUAS).
D) sua gestão se dá exclusivamente, pelos Conselhos de Direitos e pelos Conselhos Municipais e Estaduais.
E) sua coordenação se dá pelo órgão da Administração Pública Federal responsável pela coordenação da Política Nacional de Assistência Socia

Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
5-Segundo a Lei nº 8.742 e suas alterações pela Lei nº 12.435/2011, no que se refere aos benefícios, serviços, programas e projetos de Assistência Social, é correto afirmar que

A) o benefício de prestação continuada é a garantia de 1(um) salário mínimo mensal à pessoa portadora de deficiência e ao idoso com 70 (setenta) anos de idade, que comprovem não possuir meios de subsistência para si e sua família.
B) a concessão do benefício ficará sujeita a exame médico pericial e laudos realizados pelos serviços de perícia médica do Instituto Nacional de Seguro Social - INSS.
C) para efeito desta lei, a família, é composta pelo requerente, o cônjuge ou companheiro, os pais e, na ausência de um deles, a madrasta ou o padrasto, os irmãos solteiros, os filhos e enteados solteiros e os menores tutelados, desde que vivam sob o mesmo teto.
D) a condição de acolhimento em instituições de longa permanência prejudica o direito do idoso ou da pessoa com deficiência ao benefício de prestação continuada.
E) o benefício de prestação continuada não será suspenso pelo órgão concedente quando a pessoa com deficiência exercer atividade remunerada, inclusive na condição de microempreendedor individual.

Tema 3- Código de ética do Assistente Social

FGV-2015-SUSAM-ASSISTENTE SOCIAL
6-O Código de Ética do Assistente Social possui uma estrutura normativa, na qual se situam as denominadas de normas éticas. Essas normas instituem

(A) direitos, deveres e proibições gerais e específicas.
(B) competências e poderes das comissões de ética.
(C) procedimentos sobre o enquadramento profissional.
(D) penalidades em caso de infração ética.
(E) procedimentos para a apuração de conduta indevida.

Funcab-Sesc-BA-2012-Assistente Social
7-O sexto Princípio Fundamental do Código de Ética Profissional dos Assistentes Sociais de 1993 refere-se ao “empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, o respeito à diversidade, à participação de grupos socialmente discriminados e à discussão das diferenças”. Tal princípio nos remete a pensar que a ética:

A) é engendrada historicamente e determinada pela cultura.
B) se realiza na solidão de alguns sujeitos na objetividade social.
C) homogeneiza o lócus de trabalho do Assistente Social.
D) pode existir sem uma realização prática.
E) absolutiza os derterminismos e particularismos.

Funcab-Sesc-BA-2012-Assistente Social
8-O Código de Ética Profissional dos Assistentes Sociais de 1986 “não foi suficientemente desenvolvido em sua parte operacional e em seus pressupostos teóricos, orientados pelo marxismo. Com o objetivo de ampliá-los, foi feita uma reformulação em 1993” cuja concepção ética está articulada a (à):
A) interlocução política e ruptura com a moral dos códigos anteriores.
B) valores eticopolíticos e ao conjunto de direitos humanos.
C) negação do conservadorismo e organização político-sindical.
D) origem histórica do conservadorismo moral e político.
E) exclusiva normatização dos deveres e direitos profissionais.


Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
9-Em determinada intervenção profissional, o assistente social em atendimento a uma solicitação de financiamento de permanência estudantil em unidade pública, delimita com o usuário requerente que seu pedido era inconsistente, já que o mesmo teria recursos proveniente de programas de transferência de renda, e que poderia subsidiar o custeio dos estudos. O profissional direciona de maneira unilateral o usuário para um serviço privado, sem oitiva e anuência do usuário. Esta conduta caracteriza-se, de acordo com código de ética profissional como

A) um direito do assistente social em direcionar o usuário de acordo com seu perfil.
B) uma transgressão de um dever, já que não garantiu a plena informação e discussão sobre as possibilidades e consequências das situações apresentadas, respeitando democraticamente as decisões dos/as usuários/as, mesmo que sejam contrárias aos valores e às crenças individuais dos/as profissionais, resguardados os princípios deste Código.
C) um dever, já que desempenhou suas atividades profissionais, com eficiência e responsabilidade, observando a legislação em vigor.
D) um direito do assistente social, já que o mesmo acatou decisões institucionais deliberadas.
E) a definição de um direito, já que o mesmo se pronunciou em matéria de sua especialidade, sobretudo quando se tratar de assuntos de interesse da população.

Funrio-UFRB-2015-Assistente Social
10-A fundamentação ética, concebe uma projeção de sociedade, que propicia aos trabalhadores o pleno desenvolvimento para a invenção e vivência de novos valores, e pressupõe a erradicação de todos os processos de exploração, opressão e alienação. Este código, se opõe não apenas ao liberalismo, mas também ao humanismo cristão tradicional e ao marxismo anti humanista. Estes conceitos estão expressos no código de ética profissional de

A) 1947.
B) 1965.
C) 1986.
D) 1993.
E) 1975.

Funrio-UFRB-2015-Assistente Social
11-A profissão, em sua trajetória, expressou através de seus códigos de ética, suas diretrizes. O primeiro código de ética (1947), expressou a estreita vinculação do Serviço Social com a doutrina social da igreja. O segundo código de ética (1965), revelou traços da renovação profissional, no contexto da modernização conservadora posta pela autocracia burguesa. O terceiro código de ética (1975), suprimiu as referências democráticos- liberais do código de 1965, configurando-se como uma das expressões da reatualização do conservadorismo profissional. Com relação ao código de 1965, sobre suas diretrizes, é correto afirmar que

A) estava intimamente ligado a concepção dos dogmas católicos e revelou em seu interior o preceito de “ ajustar” os indivíduos dentro dos paradigmas marxistas.
B) o código legitima as exigências do bem comum, com efeito da ação disciplinadora do Estado, formas de vinculação do homem à ordem social, considerando a luta de classe trabalhadora.
C) propiciou a superação da perspectiva a-histórica e acrítica, onde os valores são tidos como universais e acima dos interesses de classe.
D) defendeu a parcialidade, e legitimou a ação disciplinadora do Estado, conferindo-lhe o direito de dispor sobre as atividades profissionais, no contexto da ditadura militar.
E) considerou o assistente social como profissional liberal e inseriu os princípios do pluralismo, da democracia e da justiça, numa concepção liberal.

Tema 4- Lei n. 8.662

Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
12-Segundo a lei de regulamentação profissional em seu artigo 4, no que tange as competências profissionais do assistente social, é correto afirmar o seguinte:

A) coordenar, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos na área de Serviço Social.
B) treinamento, avaliação e supervisão direta de estagiários de Serviço Social.
C) dirigir serviços técnicos de Serviço Social em entidades públicas ou privadas.
D) assessoria e consultoria e órgãos da Administração Pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades, em matéria de Serviço Social.
E) planejar, organizar e administrar benefícios e Serviços Sociais.

FGV-2015-SUSAM-ASSISTENTE SOCIAL
13-De acordo com a Lei de Regulamentação Profissional, sobre as atribuições privativas do Assistente Social, analise as afirmativas a seguir.
I. Coordenar estudos e pesquisas na área de Serviço Social.
II. Planejar e administrar programas e projetos em unidades de Serviço Social.
III. Executar projetos que sejam do âmbito de atuação do Serviço Social, com a participação da sociedade civil.
Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente a afirmativa II estiver correta.
(C) se somente a afirmativa III estiver correta.
(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

Tema 5- Projeto Ético Político


Copese-UFPI-2014-Assistente Social
14-O Projeto ético-político do Serviço Social tem como dimensão política:

(A) A defesa da construção de uma nova ordem social, sem exploração/dominação de classe, etnia e gênero.
(B) O posicionamento em favor da equidade e da justiça social.
(C) A formação acadêmica qualificada, fundada em concepções teórico-metodológicas críticas e sólidas, capazes de viabilizar a análise concreta da realidade social.
(D) Uma nova relação com os usuários dos serviços oferecidos pelos assistentes sociais do qual é seu componente elementar o compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população.
(E) A articulação com os segmentos de outras categorias profissionais que compartilham de propostas similares e, notadamente, com os movimentos que se solidarizam com a luta geral dos trabalhadores.

Copese-UFPI-2014-Assistente Social
15-O Projeto ético-político do Serviço Social tem como núcleo:

(A) A defesa intransigente dos direitos humanos.
(B) O repúdio do arbítrio e dos preconceitos.
(C) O pluralismo, tanto na sociedade como no exercício profissional.
(D) O compromisso com a competência.
(E) A liberdade como valor central.

Tema 6- Questão Social


Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
16-Conceitualmente, a expressão “questão social”, foi utilizada para designar o processo de politização da desigualdade social inerente à constituição da sociedade burguesa. Sua emergência vincula-se ao surgimento do capitalismo e à pauperização dos trabalhadores. Esta concepção foi considerada como elemento que dá sustentação a profissão, e é sua base histórico- social. Além disso, pode ser considerada

A) o processo de conceituação funcionalista da profissão.
B) a proposta básica para o projeto de formação profissional.
C) a percepção que o assistente social não faz parte deste processo.
D) a natureza contraditória da profissão, que sempre coadunou com a classe trabalhadora.
E) a orientação pluralista e simplista da formação profissional.

Tema 7 - Estatuto da Criança e do Adolescente

Funcab-Sesc-BA-2012-Assistente Social
17-O Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei nº 8.069/1990, garante que os filhos poderão ser reconhecidos pelos pais qualquer que seja a origem da filiação. De acordo com a referida lei, o reconhecimento do estado de filiação é direito:
A) personalíssimo, indisponível e imprescritível.
B) público subjetivo.
C) individual e facultativo.
D) prescritível e irrevogável.
E) sucessório, público e determinante.

FUNRIO-2015-UFRB-ASSISTENTE SOCIAL
18-De acordo com o Estatuto do Criança e Adolescente (ECA), no que diz respeito a convivência familiar e comunitária, é correto afirmar o seguinte:

A) a permanência da criança e do adolescente em programa de acolhimento institucional não se prolongará por mais de 5 (cinco) anos, salvo comprovada necessidade que atenda ao seu superior interesse, devidamente fundamentada pela autoridade judiciária
B) o poder familiar será exercido, pela mãe, na forma do que dispuser a legislação civil, assegurado ao pai, o direito de, em caso de discordância, recorrer à autoridade judiciária competente para a solução da divergência.
C) a falta ou a carência de recursos materiais constitui motivo suficiente para a perda ou a suspensão do poder familiar
D) toda criança ou adolescente que estiver inserido em programa de acolhimento familiar ou institucional terá sua situação reavaliada, no máximo, a cada 3 (três) meses, devendo a autoridade judiciária competente, com base em relatório elaborado por equipe multidisciplinar, decidir de forma fundamentada pela possibilidade de reintegração familiar ou colocação em família substituta, em quaisquer das modalidades previstas no art. 20 desta Lei.
E) toda criança ou adolescente tem direito a ser criado e educado no seio da sua família e, excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar e comunitária, em ambiente livre da presença de pessoas dependentes de substâncias entorpecentes.


Tema 8- Estatuto do Idoso

Funcab-2012-Sesc-BA-Assistente Social

19-Objetivando eliminar o preconceito e a produzir conhecimentos sobre o processo de envelhecimento, de respeito e valorização do idoso, o Estatuto do Idoso, Lei nº 10.741/2003, prevê:
A) a inserção do tema nos currículos mínimos do ensino formal.
B) a publicação sistemática de cartilhas informativas.
C) a criação de grupos de estudo no âmbito das secretarias municipais.
D) pesquisas regulares sob a responsabilidade das prefeituras.
E) o Plano Nacional de Envelhecimento.

Funcab-2012-Sesc-BA-Assistente Social
20-Segundo a Política Nacional do Idoso, Lei nº 8.842/1994, o processo de envelhecimento deve ser de conhecimento e informação para todos e diz respeito:

A) ao cidadão brasileiro.
B) à sociedade em geral.
C) aos profissionais em formação.
D) aos jovens.
E) aos idosos.

Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
21-Segundo o estatuto do idoso, o envelhecimento é um direito personalíssimo e a sua proteção um direito social. No que diz respeito ao direito à educação, cultura, esporte e lazer é correto afirmar o seguinte:

A) a participação dos idosos em atividades culturais e de lazer será proporcionada mediante descontos de pelo menos 70% (setenta por cento) nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer, bem como o acesso preferencial aos respectivos locais.
B) nos currículos da educação básica nos diversos níveis de ensino de pós-graduação serão inseridos conteúdos voltados ao processo de envelhecimento, ao respeito e à valorização do idoso, de forma a fomentar o preconceito e a produzir conhecimentos sobre a matéria.
C) o idoso tem direito a educação, cultura, esporte, lazer, diversões, espetáculos, produtos e serviços, cerceados por sua condição física e de saúde, de caráter limitado pela égide comercial.
D) o Poder Público criará oportunidades de acesso do idoso à educação, adequando currículos, metodologias e material didático aos programas educacionais a ele destinados.
E) o idoso tem direito a moradia digna, no seio da família natural ou substituta, e nunca desacompanhado de seus familiares, ou, ainda, em instituição pública ou privada.


Tema 09- Instrumental Técnico Operativo do Serviço Social


Copese-UFPI-2014-Assistente Social
22-É instrumento de caráter individual utilizado pelo assistente social no cotidiano das instituições em que atuam para abordagem direta aos usuários dos serviços sociais:

(A) Entrevista.
(B) Plantão Social.
(C) Encaminhamento.
(D) Acompanhamento social.
(E) Aconselhamento.

Funrio-2015-UFRB-Assistente Social
23-No processo de elaboração do Parecer Social, o assistente social deve considerar

A) a análise descritiva e interpretativa de uma situação ou expressão da questão social, percebendo o individuo como objeto da ação.
B) as representações, valores e significados presentes no contexto sócio-cultural , explicitando suas considerações conclusivas.
C) o processo de avaliação, que deve conter um relato analítico da construção da história da questão estudada, considerando as relações sociais em seu contexto interno.
D) o registro das informações mais significativos do estudo e da análise realizada, considerando o ser como a-histórico.
E) o estudo socioeconômico como parâmetro de avaliação inicial, tendo como pressuposto ser uma atribuição privativa do assistente social.

FGV-2015-SUSAM-Assistente Social
24-A apresentação do Laudo Social segue um modelo com estrutura‐ padrão, no qual os itens devem seguir o modelo padrão de exposição. De acordo com a estrutura mencionada acima, numere os itens a seguir.

( ) Parecer Social acerca da situação
( ) Identificação dos envolvidos
( ) Metodologia utilizada
( ) Objetivos do trabalho Assinale a opção que indica a sequência correta, de cima para baixo.

(A) 1 – 3 – 2 – 4
(B) 1 – 4 – 2 – 3
(C) 4 – 2 – 3 – 1
(D) 2 – 4 – 3 – 1
(E) 4 – 3 – 2 – 1

GABARITO DO SIMULADO
1-A 2-A 3-B 4-C 5-C
6-A 7-A 8-B 9-B 10-D
11-E 12-E 13-D 14-B 15-E
16-B 17-A 18-E 19-A 20-B
21-D 22-A 23-B 24-C





Nenhum comentário:

Postar um comentário